Nossa especialidade

Imprimir

Diginove anuncia instalação de laminadora Foliant na Fina Ideia

O sucesso dos criativos cartões de lembrança e comemorativos (Natal, aniversário, casamento etc.) confeccionados artesanalmente por Isa Spivack fez com que ela investisse, ao longo dos 20 anos de empresa, em novos equipamentos para eliminar vários itens terceirizados, como impressão, aplicação de wire-O, encadernação, e, mais recentemente, laminação.

Há cincos, Luiz Carlos Levy Filho juntou-se à equipe da Fina Ideia. De formação na área de tecnologia, ele, mais conhecido como Lisca, vislumbrou possibilidades de crescimento através investimento em tecnologias que eliminariam parte das tarefas terceirizadas pela empresa.

"Quando me juntei à equipe da Fina Ideia, tínhamos poucas máquinas aqui. Somente um equipamento para furação, pistolas de cola e uma fechadora manual de wire-O”, conta Lisca. “A demanda cresceu e precisávamos investir. Os produtos começaram a fazer sucesso nas papelarias e lojas, e, a pedido dos clientes, começamos a produzir, além dos cartões, os itens encadernados, ou seja, cadernos, agendas e outros materiais em capa dura e wire-O.”

As mudanças também envolveram uma nova sede para a empresa – que se mudou da Barra Funda para uma estrutura maior, em Perdizes, na Rua Raul Pompéia, possibilitando à Fina Ideia produzir e atender com mais rapidez e qualidade seus clientes de todo o Brasil. Porém, esse volume de produção ainda criava a demanda por novas soluções de acabamento que atendessem aos impressos produzidos por um dos investimentos mais recentes da Fina Ideia: uma impressora digital Xerox.

“Várias aplicações eram terceirizadas. Entre elas, a laminação. Quando estava procurando modelos de impressoras digitais, tive o primeiro contato com a Diginove”, lembra Lisca. “Na época, meu interesse era por um equipamento de corte/vinco linear da marca Duplo, porém, acabei me interessando muito pela tecnologia de laminação da Foliant que foi apresentada pela Diginove e por sua diretora, Silvane Salamoni.”

O design compacto, a simplicidade operacional, e a funcionalidade altamente automatizada da série de laminadoras Foliant foram decisivos, segundo Lisca, para que o investimento ocorresse. “Eu precisava de uma laminadora formato super A3, e os equipamentos disponíveis eram muito grandes e de alto custo. No caso da laminadora da Foliant, obtivemos um equipamento robusto a automatizado para nossa produção, mas com fácil operação e muito compacto”, conta.

O modelo escolhido pela Fina Ideia foi a Foliant Gemini C400A, carro-chefe entre as laminadoras Foliant, a qual oferece operação totalmente automatizada, incluindo entrada, laminação e separador, especialmente desenvolvida para processos de impressão digital. É equipada com sistema pneumático de controle de pressão controlado para os rolos de laminação, e suporta larguras de até 380 mm. A velocidade máxima é de 15 metros/minuto.

Outro destaque do modelo é seu sistema de separação de folhas a vácuo localizado no alimentador que pode trabalhar com pilhas de papel de até 25 cm, incluindo sensor para controle de produção “in run”, ou seja, enquanto o processo de laminação das páginas está em andamento. O sistema também permite que a velocidade se mantenha constante, sem que haja perda de produtividade.

“A Gemini C400A nos deu agilidade”, destaca Lisca. “Hoje, ela supre um fluxo de laminação de cerca de 40 mil impressos/mês, atendendo plenamente nossa necessidade de produzir sob demanda.”